sexta-feira, 3 de junho de 2011

The Fountain (2006)



Filme realizado por Darren Aronofsky, criador de Pi (1998), Requiem for a Dream (2000), e mais recentemente Black Swan (2010). The Fountain conta com a participação de Hugh Jackman, Rachel Weisz and Sean Patrick Thomas.


Três histórias paralelas que decorrem no passado, presente e futuro, contam-nos a procura incansável de um homem, tentando eternizar uma vivência ao lado do seu grande amor.

Num passado, um conquistador num país Maia, procura a árvore da vida para libertar a sua rainha do cativeiro.
Um Médico investigador que trabalha com algumas árvores, vivendo no presente, procura a cura para a sua mulher que está a morrer.
Um viajante do espaço, navega com uma árvore encapsulada numa bolha, move-se em direcção a uma estrela em vias de se extinguir envolta de uma nebulosa, num futuro distante. Todas estas história, cruzam-se numa demanda em busca da vida eterna com o seu amor.

Tendo algumas duvidas para inicio deste texto, começo por falar na banda sonora. 

Quem já viu mais algum filme de Darren Aronofsky, ou para ser mais especifico, quem já viu o "Requiem for a Dream", tenho a certeza que se vai lembrar imediatamente dele assim que ouvir parte da banda sonora do "The Fountain". Não o digo como um ponto negativo, mas como uma característica do realizador. É toda ela muito intensa e maioritariamente triste, mas toda adequada ao filme. Completa a mensagem que o realizador quer transmitir e funde a complexa ligação que as histórias paralelas nos oferecem. 
Todos os tempos (espaciais) que a película retrata têm uma ligação lógica muito simples, mas apresentados num formato alternativo e difícil. É necessária a atenção do espectador. 
O tema é controverso e dá largas à eterna pergunta "e se?". A abordagem é muito boa, mostrando-nos diferentes pontos de vista para o mesmo assunto. Fantasia e criatividade são a base do argumento.
Hugh Jackman e Rachel Weisz têm um papel fundamental para o belo sucesso do filme. É um grande desempenho evidenciando todos os pontos fulcrais no entendimento da fita cinematográfica.
"O Último Capítulo" (nome chegado a portugal), apresenta-nos uma imagem espectacular, carregada de efeitos e muita luz. 
Dada a matéria apresentada, isto é, o mundo fantástico que é retratado no passado, o universo interestelar do futuro e a avançada tecnologia do presente, o realizador, não deixou a desejar, caracterizando cada um dos momentos com uma grande qualidade fotográfica.

The Fountain é um grande filme de amor, uma procura imensa pela vida eterna, um bom "entertainer" que explora de forma fantástica o tema amoroso da celebre vida.

Nota: 3,8 / 5


Escrito por: Sandro Branco

1 comentário:

  1. Um dos bons do Darren Aronofsky!

    http://cinemaschallenge.blogspot.com/

    ResponderEliminar